RESPONDA À SEGUINTE PERGUNTA IDENTIFICANDO EM QUAL FAIXA ETÁRIA SE ENCONTRA (20-30; 30-40; ETC) Desde o momento em que você decidiu se dedicar aos estudos, houve contratempos que dificultaram seus objetivos?  Se houve, fale sobre eles, dê alguns exemplos.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

RESPONDA À SEGUINTE PERGUNTA IDENTIFICANDO EM QUAL FAIXA ETÁRIA SE ENCONTRA (20-30; 30-40; ETC) Desde o momento em que você decidiu se dedicar aos estudos, houve contratempos que dificultaram seus objetivos?  Se houve, fale sobre eles, dê alguns exemplos.

Mensagem por Admin em Ter Maio 23, 2017 10:50 am

[b]Desde o momento em que você decidiu se dedicar aos estudos, houve contratempos que dificultaram seus objetivos?  Se houve, fale sobre eles, dê alguns exemplos.[/b
No meio do meu doutorado em 2006 tive a minha segunda gravidez. A sorte é que tive uma orientadora muito compreensiva que me apoiou desde o início (ela mesma enfrentou muitos problemas com filhos pequenos na pos graduação no passado) .
No último mês de gravidez tive que me afastar por causa do perigo de um parto prematuro fiquei em repouso absoluto, e retornei as minhas atividades de pesquisa após o bebê completar 3meses...  mas foi fundamental o apoio que tive da minha orientadora desde o início, me lembro até hoje que ia a campo pesquisar com o barrigao em clínicas e hospitais e sempre me confundiam com pacientes e não me viam como pesquisadora.


Última edição por Admin em Ter Maio 23, 2017 1:01 pm, editado 2 vez(es)

Admin
Admin

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/03/2017

Ver perfil do usuário http://pesquisademestrado.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RESPONDA À SEGUINTE PERGUNTA IDENTIFICANDO EM QUAL FAIXA ETÁRIA SE ENCONTRA (20-30; 30-40; ETC) Desde o momento em que você decidiu se dedicar aos estudos, houve contratempos que dificultaram seus objetivos?  Se houve, fale sobre eles, dê alguns exemplos.

Mensagem por Admin em Ter Maio 23, 2017 12:18 pm

(30-40). Houve diversos contratempos. Eu entrei no doutorado e engravidei. Meu orientador sempre foi meu grande apoiador e incentivador. Ele é um exemplo de acadêmico. As principais dificuldades vieram de colegas da instituição de ensino (particular) em que eu dava aula. O meu ingresso no doutorado combinado com a dedicação exclusiva à docência pareceram se tornar a grande ameaça da vida dos meus colegas. Sofri toda a sorte de retaliações a partir do momento que informei minha gravidez com quatro meses de gestação. Inclusive, perdi uma oportunidade de bolsa em função das ações de minha chefia nessa instituição, que viria a me demitir em meu retorno da licença maternidade. Na faculdade onde faço o doutorado, tive imenso apoio de uma professora jovem, sem filhos, que estava sempre atenta às necessidades do momento. Eu pensei em desistir de uma disciplina em virtude dos enjoos constantes, e ela interveio perante os demais professores para pensarem uma atividade que estivesse ao meu alcance. Depois que meu bebê nasceu, ela perguntou se eu queria levá-lo às aulas.

Admin
Admin

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/03/2017

Ver perfil do usuário http://pesquisademestrado.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RESPONDA À SEGUINTE PERGUNTA IDENTIFICANDO EM QUAL FAIXA ETÁRIA SE ENCONTRA (20-30; 30-40; ETC) Desde o momento em que você decidiu se dedicar aos estudos, houve contratempos que dificultaram seus objetivos?  Se houve, fale sobre eles, dê alguns exemplos.

Mensagem por Admin em Ter Maio 23, 2017 3:37 pm

Tenho 29 anos e título de mestre. Tive a sorte de não ter enfrentado problemas no âmbito familiar, pois além de receber muito apoio de minha família (pai, mãe e irmã), não sou casada e tampouco tenho filhos. Sendo assim, minhas dificuldades foram mais no sentido de me sustentar. Consegui realizar este mestrado nos Estados Unidos porque consegui uma bolsa de estudos da CAPES, sem a qual isto teria sido impossível. Tenho a intenção de iniciar um curso de doutorado nos próximos anos e acredito que este será meu maior desafio: conciliar a vida profissional, conseguir me manter com um fluxo razoável de trabalhos e rendimentos, e ao mesmo tempo me dedicar à carreira acadêmica.

Admin
Admin

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/03/2017

Ver perfil do usuário http://pesquisademestrado.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

mestrado

Mensagem por Admin em Ter Maio 23, 2017 3:52 pm

Sim tive contratempos para conciliar estudos e família.
Fiquei grávida durante o mestrado e tive que me desdobrar para concluir...os professores incentivam a conclusão, mas desacreditam que vamos conseguir...rs
Terminei o mestrado em 2010, e estou adiando iniciar o doutorado porque penso que não vou conseguir, ou que sera muito difícil, conciliar estudos e família.

Admin
Admin

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/03/2017

Ver perfil do usuário http://pesquisademestrado.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RESPONDA À SEGUINTE PERGUNTA IDENTIFICANDO EM QUAL FAIXA ETÁRIA SE ENCONTRA (20-30; 30-40; ETC) Desde o momento em que você decidiu se dedicar aos estudos, houve contratempos que dificultaram seus objetivos?  Se houve, fale sobre eles, dê alguns exemplos.

Mensagem por Admin em Ter Maio 23, 2017 4:30 pm

No meu caso, os contratempos para seguir os estudos foram profissionais. Tenho 24 anos e faço pós-graduação em estudos culturais. Dentro da minha área de formação, que é a comunicação, sinto um certo preconceito pela linha de pesquisa que sigo. Estudar cultura vai além de uma capacitação profissional. Quem carrega essa dedicação enxerga a cultura como ferramenta de transformação social e isso, muitas vezes, incomoda um mercado que acredita em uma inovação puramente tecnológica, distante da história, memória e identidades. Por esse motivo também, encontro dificuldade de me colocar no mercado na área cultural, alinhando o acadêmico e a prática. Trabalho em um outro segmento da comunicação, para não deixar de atuar profissionalmente. Consequentemente, as escolhas de pequisas também demandaram dificuldades financeiras. Boa parte do meu salário é reservado para os estudos, congressos e demais eventos acadêmicos. Acho que nessa questão se encaixa também, a nítida diferenciação de gênero no mercado. Eu, mulher, trabalho mais que meus colegas comunicadores homens e eles ganham muito mais do que eu e minhas outras colegas mulheres. Porém, em meio às dificuldades e lutas, não gostaria de seguir outro caminho. Me sinto realizada pelas minhas escolhas acadêmicas que, como disse acima, vão muito além do que uma "capacitação profissional" ou "ambições financeiras". Elas caminham juntas com as minhas ideologias e propósitos de vida.

Admin
Admin

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/03/2017

Ver perfil do usuário http://pesquisademestrado.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RESPONDA À SEGUINTE PERGUNTA IDENTIFICANDO EM QUAL FAIXA ETÁRIA SE ENCONTRA (20-30; 30-40; ETC) Desde o momento em que você decidiu se dedicar aos estudos, houve contratempos que dificultaram seus objetivos?  Se houve, fale sobre eles, dê alguns exemplos.

Mensagem por Admin em Qui Maio 25, 2017 6:14 pm

Minhas maiores dificuldades estão relacionados ao tempo dedicado aos estudos. Hoje, com minha segunda graduação e pós em andamento, ambas EAD, sofro por não conseguir um tempo hábil para ler com cuidado e fazer as atividades solicitadas. Como trabalho em escola e em cursos, meu tempo acaba sendo um pouco restrito e, por ser professora, sempre levo trabalho para casa. Percebo que meus contratempos são quase diários, salvo quando consigo fechar minha agenda para não trabalhar no reforço escolar. Até o momento, dei conta de tudo, mas, não nego, a semana para mim é árdua e, por vezes, desmotivadora!

Admin
Admin

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/03/2017

Ver perfil do usuário http://pesquisademestrado.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RESPONDA À SEGUINTE PERGUNTA IDENTIFICANDO EM QUAL FAIXA ETÁRIA SE ENCONTRA (20-30; 30-40; ETC) Desde o momento em que você decidiu se dedicar aos estudos, houve contratempos que dificultaram seus objetivos?  Se houve, fale sobre eles, dê alguns exemplos.

Mensagem por Admin em Sex Maio 26, 2017 5:59 pm

Tenho 38 anos e tive dificuldades sim. Tive uma filha quando estava no quarto ano da faculdade. No decorrer do quinto ano, quando me formei, separei-me do meu marido. Ele não me apoiava em meus estudos e era excessivamente ciumento. Voltei a morar com meus pais. Logo após terminar a faculdade, ingressei no mestrado. Na casa dos meus pais, que sempre me ajudaram muito, comecei a ter problemas com meu irmão, então fui morar sozinha com minha filha. Como eu estudava e trabalhava, minha mãe me ajudava com a bebê e eu pagava uma babá para ajudar. Sim, eu também trabalhava. Era tudo muito corrido, lembro de sentir muita culpa por não conseguir dar tanta atenção à minha filha. Mas, por outro lado, sentia-me satisfeita com o trabalho e com os estudos. Terminei o mestrado em 2004 e continuei trabalhando, mas, nesse ano, tive um problema de saúde muito sério, uma trombose. Bem nessa época da internação (véspera do aniversário de 5 anos da minha filha), eu estava em vias de reatar o relacionamento com o pai dela. Mas, novamente, não deu certo. Em 2005 conheci meu atual marido. Nessa época eu estava só trabalhando. Sabendo do meu interesse em fazer doutorado, ele me apoiou bastante, foi um grande incentivador. Ingressei no doutorado em 2006, com forte incentivo da orientadora do mestrado. Casei-me em 2007. Meu marido me ajudava muito, mas eu tinha dificuldade para me concentrar nos estudos, considerando-se que eu estava construindo um novo relacionamento. Em 2009 engravidei novamente e tive grande dificuldade para levar o doutorado adiante, pois eu passava mal constantemente. Pela segunda vez (a primeira foi no decorrer do mestrado e logo após a sua conclusão), tive um quadro de depressão leve. Recorri a psiquiatra e tomei remédios, apoiei-me em meu marido, minha filha, meus pais, todos me ajudaram muito. Estive a ponto de desistir várias vezes, mas minha orientadora incentivou-me o tempo todo, foi paciente, presente... muitas vezes não agiu como orientadora, mas como amiga mesmo. Chegou a deixar o trabalho em segundo plano e esforçou-se em me animar. Tive de pedir uma prorrogação de seis meses. Minha segunda filha nasceu um mês depois de eu entregar a tese. A defesa ocorreu quando ela ainda não tinha três meses. Pensando em tudo isso, entendo por que, até hoje, não consigo me sentir como uma acadêmica de fato. Gosto muito de ler, de estudar, mas nunca consegui me dedicar realmente a pesquisar de modo profissional, a escrever para publicar, a participar de eventos científicos com regularidade... Admiro quem consegue fazer tudo isso. Hoje me aceito como alguém que gosta de estudar, mas ama, sobretudo, estar com minha família. Não quero nada diferente disso.

Admin
Admin

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/03/2017

Ver perfil do usuário http://pesquisademestrado.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RESPONDA À SEGUINTE PERGUNTA IDENTIFICANDO EM QUAL FAIXA ETÁRIA SE ENCONTRA (20-30; 30-40; ETC) Desde o momento em que você decidiu se dedicar aos estudos, houve contratempos que dificultaram seus objetivos?  Se houve, fale sobre eles, dê alguns exemplos.

Mensagem por Admin em Dom Jun 04, 2017 4:05 pm

Eu enfrentei muitos problemas para estudar, sempre. A minha lista de problemas é longa. Cada vez que reflito fico muito assustada e nem sei explicar como consegui seguir adiante em meio a tantos constrangimentos na vida acadêmica e profissional, e na vida profissional também. Ao pensar no que que está no centro desses problemas, creio que é a questão de classes. A minha origem social pesa demais. Para esse relato, escolho uma das dimensões dos problemas que enfrento para estudar. Moradora de um bairro periférico de uma cidade periférica, a cada avanço na escolaridade aumentava o tamanho do deslocamento que eu tinha que fazer para estudar. No início do doutorado , eu trabalhei com 24 turmas de ensino médio, em duas redes de ensino. Nessa agenda lotada, eu encontrava espaço para cursar as disciplinas na universidad. Gastava cerca de 4 horas para ir e mais 4 horas para retornar para casa. No segundo ano do doutorado pensei em desistir, pois já não tinha mais forças para enfrentar viagens e trabalhar. A chegada de uma bolsa de estudos da Capes me fez desistir dos meus empregos (concursados). Continuei somente com a pesquisa. Vale dizer que no ensino fundamental ia de ônibus para a escola que ficava no centro da cidade onde moro. No ensino médio viajava uma hora e meia. Na graduação fui para outro estado brasileiro. Na pós graduação para o interior de São Paulo (moro na RME). O único deslocamento voluntário que fiz se deu num estágio de doutorado no exterior. Os deslocamentos criaram dificuldade imensas na vida privada: ciúmes de um companheiro que sempre achou que eu o traíra por mais que eu dissesse que eu gastava horas no transporte, simplesmente; incompreensão dos familiares sobre o tempo gasto com os estudos - sempre pareceu (e parece) que estava/estou fazendo algo inútil. Alem disso estar longe das instituições sempre fez com que eu não pudesse aproveitar muitos de seus benefícios. Estudei em instituições renomadas, mas não pude participar de tudo o que queria.

Admin
Admin

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/03/2017

Ver perfil do usuário http://pesquisademestrado.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RESPONDA À SEGUINTE PERGUNTA IDENTIFICANDO EM QUAL FAIXA ETÁRIA SE ENCONTRA (20-30; 30-40; ETC) Desde o momento em que você decidiu se dedicar aos estudos, houve contratempos que dificultaram seus objetivos?  Se houve, fale sobre eles, dê alguns exemplos.

Mensagem por Admin em Qui Jun 15, 2017 9:30 pm

(30-40) as maiores dificuldades são se adaptar e conciliar todas as atividades diárias e estudantis. Como não tenho filhos ou marido, facilita a minha vida devido não ter que tentar encaixar os dois na minha rotina. Mas mesmo assim as vezes penso que não conseguirei dar conta de tudo...Mas está dando certo Smile

Admin
Admin

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/03/2017

Ver perfil do usuário http://pesquisademestrado.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RESPONDA À SEGUINTE PERGUNTA IDENTIFICANDO EM QUAL FAIXA ETÁRIA SE ENCONTRA (20-30; 30-40; ETC) Desde o momento em que você decidiu se dedicar aos estudos, houve contratempos que dificultaram seus objetivos?  Se houve, fale sobre eles, dê alguns exemplos.

Mensagem por Admin em Qua Jun 21, 2017 5:20 pm

(30-40) Durante a graduação não tive obstáculos que atrapalhassem minha formação, pois era adolescente e morava com meus pais e meu tempo era exclusivamente dedicado aos estudos. Após a graduação fiz duas especializações: uma com carga horária de 60 horas semanais - nessa época morava sozinha; a outra especialização foi EaD, eu já estava casada. Em nenhum desses momentos percebi dificuldades. Contudo, atualmente, penso muitas vezes em tentar um mestrado, porém, também penso em ter filhos e essas duas opções me parecem conflitantes, pois minhas características pessoais não comportariam essas duas "funções" ao mesmo tempo. Mas além disso, percebo que esse tipo de dilema se apresenta bastante atrelado aos papéis femininos, pois os homens, em sua maioria, não consideram que as áreas pessoal e profissional sejam conflitantes. De acordo com a minha experiência e percepção, esse discurso vem das mulheres por conta dos diferentes papéis que são exigidos de nós e do tipo de "dedicação" exigida (diferente da masculina). Essas diferenças, além de sociais e culturais, dizem respeito também a questões biológicas - eu, por exemplo, tenho o desejo de fazer mestrado/doutorado e depois pensar em filhos, entretanto, por conta da idade, a ordem desses projetos acaba tendo que ser reconsiderada.

Admin
Admin

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/03/2017

Ver perfil do usuário http://pesquisademestrado.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RESPONDA À SEGUINTE PERGUNTA IDENTIFICANDO EM QUAL FAIXA ETÁRIA SE ENCONTRA (20-30; 30-40; ETC) Desde o momento em que você decidiu se dedicar aos estudos, houve contratempos que dificultaram seus objetivos?  Se houve, fale sobre eles, dê alguns exemplos.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum